"Se você treme de indignação perante uma injustiça no mundo, então somos companheiros." (Che Guevara)

sexta-feira, 25 de outubro de 2013

Poema: Sangue, suor e rebeldia!

Sangue, suor e rebeldia
(em homenagem aos que lutaram contra o leilão do pré-sal e resistiram bravamente à repressão no dia 21.10.13, na cidade do Rio de Janeiro-RJ)

Soldados
Fardados
Entrincheirados
Armados
Orientados
A conter a população.

Governantes
Arrogantes
Discrepantes
E dissonantes
Seguem errantes
Impulsores da repressão.

Há quem lute
E refute
Questione a situação.

Há indignados
Preparados
Para a reversão.

Reverter o errado
Com punhos cerrados
E disposição.

Os governantes autorizam
E ficam
No escritório a sorrir.

Os soldados disparam
Marcham
Sedentos a reprimir.

Os militantes lutam
Preparam
Para resistir.

Não adianta dizer que tudo isso é benéfico para o país,
É vergonhoso vê-los defender toda essa privatização,
Mesmo que digam que o sistema de partilha é melhor que concessão.

Não adianta tentar nos enganar,
Muito menos reprimir.
Estaremos sempre a lutar,
Convictos a resistir!

Não adianta colocar as forças armadas para intimidar,
Pois somos feitos de sangue, suor e rebeldia,
Dispostos a lutar por um novo dia!

*Poema de Alcides Junior (militante da UJC), escrito nos dias 21 e 25 de outubro de 2013.
Carlos Latuff.
      
PCB
UOL
PCB

Nenhum comentário:

Postar um comentário