"Se você treme de indignação perante uma injustiça no mundo, então somos companheiros." (Che Guevara)

sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

UJC: Por um 2011 de Lutas e Vitórias


O ano termina, fecha-se um ciclo. São planejamentos, atividades políticas, muitos estudos para se formar politicamente e estar cada vez mais preparado para o embate teórico, são muitos desafios, muitas lutas, grande esforço coletivo, reuniões e mais reuniões, se ausentar de amigos e familiares em alguns finais de semana para estar em alguma atividade relacionada as lutas sociais, mas tudo isso para quê? Para que lutar contra inimigos tão poderosos? Por quê ir contra a maré? Se tudo parece impossível de mudar, se tudo parece tão difícil, então, por quê lutar?

Nós da União da Juventude Comunista (UJC) estamos ciente de que NADA É IMPOSSÍVEL DE MUDAR, que nosso horizonte é o fim da sociedade de classes, que amanhã há de ser outro dia mais feliz, mais justo, para isso lutaremos junto ao Partido Comunista Brasileiro (PCB) e a classe trabalhadora em prol dessa nova sociedade, a sociedade comunista. Os motivos que nos fazem lutar contra inimigos tão poderosos é acreditar que o poder popular é ainda mais forte, com a sociedade organizada para combater o capitalismo a vitória estará cada vez mais próxima. Nesse ano de 2011, como sempre, continuaremos atentos e fortes na luta contra o imperialismo e o capitalismo, nos empenharemos firmemente para alterar a correlação de forças existentes, seguindo sempre até a vitória: a vitória do SOCIALISMO!

Nosso sonho não é impossível, nosso sonho é real! Esses são os votos da União da Juventude Comunista de Pernambuco para que 2011 seja um ano de LUTAS E VITÓRIAS! 

OUSAR LUTAR, OUSAR VENCER!

Sonho Impossível
Composição: J.Darion / M.Leigh / Ruy Guerra

Sonhar mais um sonho impossível
Lutar quando é fácil ceder
Vencer o inimigo invencível
Negar quando a regra é vender
Sofrer a tortura implacável
Romper a incabível prisão
Voar num limite improvável
Tocar o inacessível chão
É minha lei, é minha questão
Virar este mundo, cravar este chão
Não me importa saber
Se é terrível demais
Quantas guerras terei que vencer
Por um pouco de paz
E amanhã se esse chão que eu beijei
For meu leito e perdão
Vou saber que valeu
Delirar e morrer de paixão
E assim, seja lá como for
Vai ter fim a infinita aflição
E o mundo vai ver uma flor
Brotar do impossível chão

quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

PCB: Feliz Ano Novo!!!

Sauações de Final de Ano das FARC

Ex-ditador argentino Jorge Videla é condenado à prisão perpétua E-mail

Argentina

O ex-ditador argentino Jorge Videla (1976-81) foi condenado nesta quarta-feira à prisão perpétua por assassinato de opositores e outros crimes contra a humanidade.

ANTICOMUNISMO NA EUROPA NÃO TERÁ SUCESSO

Europa

Os partidos comunistas e operários da Europa condenam a iniciativa escandalosa e provocatória dos Ministros dos Negócios Estrangeiros da Bulgária, Letónia, Lituânia, Hungria, Roménia e República Checa na sua exigência à U.E. no sentido de instigar a perseguição jurídica de todos os que na U.E. não aceitem as campanhas reaccionárias de reescrita da história e criminalização dos comunistas.

20 pontos de reflexão

É quase Natal, um ano está perto de acabar e outro de começar.

Tempo de resumos.

Fiquem descansados: nada de reflexões pseudo-filosóficas.

Só alguns dados.
  1. Segundo a UN Conference on Trade and Development (Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e o Desenvolvimento), o número de "Países menos desenvolvidos" dobrou nos últimos 40 anos.
  2. Os "Países menos desenvolvidos" gastaram 9 bilhões de Dólares para as importações de alimentos em 2002. Em 2008 este montante subiu para 23 biliões de Dólares .
  3. O rendimento médio per capita nos Países mais pobres da África caiu de 1/4 nos últimos 20 anos.
  4. Bill Gates tem um património líquido da ordem de 50 bilhões de Dólares. Existem cerca de 140 Países no mundo que têm um PIB anual menor do que a riqueza de Bill Gates.
  5. Um estudo do World Institute for Development Economics Research (Instituto Mundial de Investigação sobre Economia do Desenvolvimento) mostra que a metade inferior da população mundial, detém cerca de 1% da riqueza global .
  6. Cerca de 1 bilhão de pessoas no mundo vai para a cama com fome todas as noites.
  7. 2% das pessoas mais ricas detêm mais de metade de todo o património imobiliário do mundo.
  8. Estima-se que mais de 80% da população mundial vive em Países onde o fosso entre ricos e pobres está a crescer.
  9. A cada 3,6 segundos alguém morre de fome, e 3/4 são crianças com menos de 5 anos .
  10. Segundo a Gallup, 33% da população mundial afirma não ter dinheiro suficiente para comprar comida.
  11. Enquanto estamos a ler este artigo, 2,6 bilhões de pessoas em todo o mundo estão a sofrer com a falta de serviços básicos de saúde.
  12. Segundo o mais recente "Global Wealth Report" do Credit Suisse, 0,5% das pessoas mais ricas controlam mais de 35% da riqueza global .
  13. Mais de 3 biliões de pessoas, quase metade da população mundial a , vivem com menos de 2 Dólares por dia.
  14. O fundador da CNN, Ted Turner, é o maior proprietário privado de terras nos Estados Unidos. Hoje, Turner é dono de cerca de 2 milhões de hectares, mais de 8.000 quilómetros quadrados de terra. Esta quantidade é maior do Delaware e Rhode Island juntos . Turner também pede restrições impostas pelo governo para limitar a 2 ou menos filhos por casal , na óptica dum controle do crescimento populacional.
  15. 400 milhões de crianças no mundo não têm acesso a água potável.
  16. Aproximadamente 28% das crianças dos Países em desenvolvimento são consideradas desnutridas ou têm um crescimento reduzido devido à desnutrição.
  17. Estima-se que os Estados Unidos detêm cerca de 25% da riqueza total do mundo.
  18. Estima-se que o inteiro continente Africano possui apenas 1% da riqueza total do mundo.
  19. Em 2008, cerca de 9 milhões de crianças morreram antes da idade de cinco anos. Cerca de 1 / 3 de todas essas mortes deveu-se, directa ou indirectamente, à escassez de alimentos.
  20. A mais famosa família de banqueiros do mundo, os Rothschilds, acumulou fortunas imensas enquanto o resto do mundo ficou preso na pobreza. Aqui está o que diz Wikipedia (versão inglesa) sobre a riqueza da família Rothschild: Alegou-se que durante o século 19, a família teve de longe a maior fortuna privada do mundo, e de longe a maior fortuna da história moderna.
Fonte original: The Economic Collapse
Extraido de: http://informacaoincorrecta.blogspot.com/2010/12/20-pontos-de-reflexao.html

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

DECISÃO DA OEA SOBRE LEI DE ANISTIA FAVORECE LUTA PELA COMISSÃO DA VERDADE NO BRASIL

(Nota Política do PCB)

A Corte Interamericana de Direitos Humanos, vinculada à Organização dos Estados Americanos (OEA), condenou o Brasil por não punir os responsáveis pelo desaparecimento de pessoas envolvidas na guerrilha do Araguaia, entre 1972 e 1974, um dos movimentos de resistência armada contra a ditadura empresarial-militar que se apoderou do Estado brasileiro em 1964. A sentença foi dada quinze anos após a apresentação da denúncia por entidades defensoras dos direitos humanos no Brasil.

TRIBUNAL ANTIIMPERIALISTA NO XVII FMJE



Começa Tribunal Anti-imperialista em encontro juvenil mundial



Os "serviços" da CST Global israelense se desdobram na América Latina

LEANDRO ALBANI

A ingerência de Israel na América Latina tem entre suas pontas de lança as empresas de segurança privada.

MENSAGEM DE FIDEL AO XVII FMJE

Mensagem aos participantes do 17º Festival Mundial da Juventude e dos Estudantes na África do Sul

Companheiras e companheiros:

É muito grato para mim e uma grande honra aceder ao pedido que me fizeram de lhes transmitir uma mensagem por ocasião do 17º Festival Mundial da Juventude e dos Estudantes, que tem lugar na Pátria de Nelson Mandela, símbolo vivente da luta contra o odioso sistema do apartheid.

Grécia: Mobilização maciça na greve geral de 15 de Dezembro

por KKE

No dia 15 de Dezembro verificou-se a 14ª greve geral no espaço de um ano (desde 17/Dez/2009) contra as bárbaras medidas anti-povo do governo social-democrata, com o apoio da UE e do FMI.

A mobilização nesta greve de 24 horas, convocada pela Frente Militante de Todos os Trabalhadores (PAME), abrangeu todas as esferas da vida económica e social do país: Produção suspensa nas fábricas, transportes públicos parados, aeroportos e portos que cessaram de funcionar, escolas e universidades fechadas e hospitais a trabalharem só nas emergências.

Milhares de comunistas, membros do KKE e da KNE, juntamente com outros militantes, estavam na linhas de piquete desde o amanhecer de 15 de Dezembro a defenderem a greve nos portões das fábricas, nas rampas dos navios e em todo o local de trabalho onde fosse necessário.

segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

sábado, 18 de dezembro de 2010

Aos 97 anos, Elzita Santa Cruz, ainda luta por informações sobre o filho Fernando, "desaparecido" nos porões da ditadura.

Foto: Leo Caldas
Aos 97 anos, Elzita Santa Cruz, ainda luta por informações sobre o filho Fernando, "desaparecido" nos porões da ditadura.

Foto extraída da página da Carta Capital na Seção Retratos Capitais

Quer saber sobre quem foi Fernando Santa Cruz? Acesse aqui e saiba um pouco mais.

Fernando Santa Cruz
Confira uma matéria sobre Fernando na página do O Nordeste

Embrapa, o acordo com a Monsanto e a privatização da "neutralidade científica"

16 de dezembro de 2010

Por Horacio Martins de Carvalho
Engenheiro agrônomo e
cientista social
Especial para a Página do MST

Áreas Rurais concentram 75% da pobreza mundial

16 de dezembro de 2010

Por Cléo Fatoorehchi
Da Carta Maior/IPS


Por todo o mundo, camponeses estão sendo apanhados em um círculo vicioso: os governos não investem o suficiente na agricultura e os produtores locais estão sendo expulsos de suas terras e lançados em periferias urbanas onde se afundam ainda mais na pobreza.

Isso só dificulta os esforços para aliviar o problema da desnutrição: em todo o mundo, 925 milhões de pessoas seguem sofrendo fome crônica, segundo dados divulgados em setembro pela Organização das Nações Unidas para a Agricultura e a Alimentação (FAO).

Brasileiro bebe mais refrigerante e come menos arroz e feijão

16 de dezembro de 2010

Da Agência Brasil Brasileiro aumenta consumo de comida industrializada, alerta IBGE

O brasileiro está comprando menos arroz e feijão. A aquisição média anual per capita dos produtos, tradicionais na alimentação nacional, teve queda entre os anos de 2003 e 2009. O indicador, lançado nesta quinta (16) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mede a quantidade de um produto adquirido em um ano por uma família, dividido pelo número de pessoas que a compõem.

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

UJC NA ÁFRICA DO SUL PELA PAZ MUNDIAL E PELO SOCIALISMO!

Desde o dia 13 de Dezembro de 2010 iniciou o XVII Festival Mundial da Juventude e dos Estudantes (FMJE), no dia 21 de Dezembro de 2010 é a data do término desse encontro que reúne jovens e estudantes de várias organizações políticas e estudantis do mundo. No Brasil, dentre os delegados brasileiros, cinco deles são da União da Juventude Comunista (UJC), são eles: Túlio Lopes, de Belo Horizonte, Paulo Winicius Maskote, de Goiânia, Thiago Jorge, de Brasilia, Suzana Hopper , de Porto Alegre, e Mari Marques, do Rio de Janeiro, todos membros da Coordenação Nacional da UJC. Antes do embarque rumo ao continente africano o camarada Túlio afirmou: "A UJC retomou sua participação nas reuniões e atividades da FMJD após uma pausa em função do processo de reorganização nacional da juventude do PCB que ocorreu entre os anos 90 e os primeiros anos deste século. Participamos de todas as edições dos Festivais e esperamos que o XVII FMJE que se realizará nos próximos dias na África do Sul possa contribuir para a articulação da luta da juventude pela paz mundial e pelo socialismo. No XVII FMJE, principal evento político internacional da juventude, tem uma importante mensagem que na prática é uma bandeira política da UJC - Brasil. Derrotemos o imperialismo! A UJC participa do XVII FMJE buscando reforçar os laços de solidariedade na luta antiimperialista com todas as juventudes comunistas e revolucionárias do mundo. A conjuntura atual marcada pela Crise Economica Mundial aponta ainda para a necessidade de travarmos a batalha para derrubar os alicerces do sistema capitalista. Os militantes da UJC que integram a delegação brasileira estão certos destas e outras importantes tarefas que lhes cabem neste Festival."Sobre a visão do Brasil que os jovens comunistas levarão para o Festival, Túlio conclui que: "Não apresentaremos o Brasil do conto de fadas do Governo e seus aliados, e sim as várias lutas que estão sendo travadas em nosso país na perspectiva de construir um Brasil Socialista." É com o espírito de solidariedade e internacionalismo características da UJC, organização presente em todas as edições dos Festivais, desde 1947, que vão imbuídos os jovens comunistas para contribuir na construção do XVII FMJE.

Virgínia Fontes: O Brasil e o capital-imperialismo. Teoria e história

Certos temas são fundamentais para uma reflexão de esquerda em nossos tempos: as formas contemporâneas do modo de produção capitalista, o sistema internacional da dominação do capital, a dinâmica da luta de classes atual, as manifestações do inconformismo e do amoldamento da classe trabalhadora, a questão da democracia.
 
Virgínia Fontes nos apresenta uma rica reflexão na qual articula todas estas dimensões na perspectiva de uma totalidade político-econômica daquilo que denomina 'capital-imperialismo'.
 

A luta da esquerda e dos povos pela paz mundial e contra a ordem imperialista mundial




Discurso do KKE no Encontro Internacional do AKEL
Elisseos Vagenas

Membro do CC do KKE – Partido Comunista Grego

Responsável do Departamento de Relações Internacionais

Via Campesina rechaça proposta de Aldo Rebelo para o Código Florestal

NOTA - Via Campesina rechaça proposta de Aldo Rebelo para o Código Florestal

13 de dezembro de 2010

Da Página do MST

Diante da pressão da bancada ruralista para aprovar neste ano o relatório do deputado federal Aldo Rebelo (PCdoB), que flexibiliza o Código Florestal, os movimentos que compõem a Via Campesina Brasil reafirmam a sua posição pela manutenção da legislação vigente e contra o relatório em discussão.

Para fortalecer a solidariedade com o Povo Palestino

Jadallah Safa

Quando o Brasil reconheceu o estado palestino nos territórios palestinos ocupados em 1967, sem condicionar este reconhecimento, devemos entender este ato como um reconhecimento fundamental na luta do povo palestino, mas não significa o fim desta luta.

Sobre o vazamento de documentos do Departamento de Estado dos EUA a respeito do Paraguai

Partido Comunista Paraguaio
Os meios massivos de comunicação em todo o mundo falam de "O maior vazamento da história revela os segredos da política externa dos EUA ".

Rio de Janeiro e Segurança Pública: "Não sei se é fascismo ou farsismo"

Após mais uma onda de violência na cidade do Rio de Janeiro, o Brasil se deparou com um espetáculo deprimente de suas mazelas sociais e humanas. Após traficantes desceram ao asfalto, promovendo assaltos e queima de veículos, por razões ainda pouco esclarecidas, novamente a cidade se viu em pânico. Situação inflada pela cobertura espetacularizada da grande mídia, que por sua vez endossa sem parar as políticas fracassadas de mera repressão à ponta pobre do tráfico, isto é, nos morros.
 
Em entrevista ao Correio da Cidadania, a socióloga Vera Malaguti, secretária geral do Instituto Carioca de Criminologia (ICC), criticou duramente os governos estadual e federal, especialmente em relação à entrada das forças armadas na questão, de legalidade questionável. "Tudo é ilegal aqui. Estamos vivendo em regime de exceção", afirmou, referindo-se também às violências cometidas contra moradores inocentes das áreas invadidas pelas forças oficiais.
 
Para ela, tal processo é parte de uma política de ocupação de áreas pobres, idealizada pelos EUA há décadas, que visa também garantir um controle militarizado da vida das pessoas, além de abrir caminho para "os negócios transnacionais e olímpicos".
 
Malaguti questiona firmemente a política de segurança do governo Cabral, por considerar as UPPs - Unidades de Polícia Pacificadora - e toda a recente operação mais uma ação de marketing, baseada nas mesmas políticas de repressão sem investimento social, amplamente fracassadas.. "Estão ocupando a cidade. Para que fluam os grandes negócios transnacionais e esportivos. Para que as pessoas possam fruir sem serem incomodadas pela nossa pobreza".
 
A entrevista completa, na qual Vera não poupa nem o ex-secretário Luiz Eduardo Soares ("ele é um pouco responsável pela glorificação do BOPE como solução"), cujas análises foram elogiadas por setores progressistas, pode ser conferida a seguir.
 

sábado, 11 de dezembro de 2010

A velha história de sempre - Julian Assange



Laerte Braga

Julian Assange, fundador do site WIKILEAKS apresentou-se à Polícia britânica diante de um mandado de prisão expedido pela Suécia e validado pela INTERPOL, onde é acusado de crime sexual. O secretário de Defesa dos EUA Robert Gates disse a jornalistas ao tomar conhecimento do fato que “enfim uma boa notícia”.

quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

Militares espionaram esquerda na década de 90

Militares espionaram esquerda na década de 90
Documentos confidenciais do Exército, Marinha e Aeronáutica localizados por Caros Amigos revelam que a espionagem política das Forças Armadas se manteve no período democrático, após o fim da ditadura militar. Aeronáutica afirma que faz isso até hoje

Por Lúcia Rodrigues

terça-feira, 7 de dezembro de 2010

"Somos meros reprodutores de uma cultura hegemônica ou somos originais e nos aventuramos ao novo e temos a ousadia de transformar a história?"

1)    Dados do texto:

·         Título – Complexidade e pesquisa interdisciplinar: epistemologia e metodologia operativa
·         Autor – Eduardo Mourão Vasconcelos
·         Editora – Vozes
·         Local – Petrópolis / Rio de Janeiro
·         Ano – 2002
Fichamento de Yuri vasconcelos*, originalmente para o Programa e Pós Graduação  em Extensão Rural e Desenvolvimento Local - UFRPE

Ildo Sauer: Lula consolidou o capitalismo e instrumentalizou o Estado no Brasil

ENTREVISTA COM ILDO SAUER

por Valéria Nader e Gabriel Brito, da Redação

Com a confirmação no segundo turno da eleição de Dilma Rousseff, o país se prepara para viver a etapa pós-Lula, o pai dos pobres que deixou a presidência com consagradora aprovação, inclusive daqueles que um dia ameaçaram abandonar o país caso o operário chegasse ao Planalto. 

Para analisar a vitória petista e o que se pode esperar do futuro brasileiro, o Correio da Cidadania entrevistou Ildo Sauer, do Instituto de Eletrotécnica e Energia da USP e ex-diretor de Petróleo e Gás da Petrobrás na gestão de Lula até 2007. Para explicar como Lula "consolidou a hegemonia do capitalismo sobre as relações sociais e de existência", vai às vísceras da política nacional, desnudando o seu funcionamento no "pós-mensalão" e a partilha das riquezas nacionais entre os mesmos setores privilegiados de sempre. 

Para sustentar tamanha metamorfose em relação ao projeto original petista, Ildo aponta como Lula soube instrumentalizar o aparelho estatal, avalizando o apoderamento da máquina pública, a partir de inusitados formatos, por representantes de grandes grupos econômicos. "Entregar de 2,6 a 5,5 bilhões de barris de petróleo e uma hegemonia tecnológica do núcleo da Petrobrás ao Eike, sem nenhuma resistência, foi algo brutal contra o interesse público. Portanto, são vários formatos de privatização". 

Ildo faz um importante alerta: a ‘nova cartada’ na ‘partilha’ do patrimônio público vincula-se ao Pré-Sal, a partir do ‘poder autocrático e unilateral do presidente’, ao lado da desmobilização e cooptação de grande parte do movimento social. Situação que remeteria a uma mistura entre os processos vistos no México - onde o PRI (Partido Revolucionário Institucional), que ficou no poder entre 1917 e 1994, instrumentalizou a riqueza do petróleo - e na Argentina - com um sindicalismo na gaveta do Estado, cujo papel se restringe a dar legitimidade social ao governo, que, em troca, atira os restos do banquete em forma de assistencialismo. 

Apesar de lamentar seu pessimismo ao final da conversa, e como alguém que participou diretamente da gestão Lula, o engenheiro não fez concessões para descrever as engrenagens da política brasileira, inclusive desvelando a futura esterilidade da Lei da Ficha Limpa. Terminou com uma autocrítica de quem partilhou dos sonhos dos anos 80. 

sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

Liberdade de expressão: uma armadilha para pegar quem?

Por Elaine Tavares

O velho Marx já ensinou há muitos anos sobre o que é a ideologia. É o encobrimento da verdade. Assim, tudo aquilo que esconde, vela, obscurece, tapa, encobre, engana, é ideologia. É dentro deste espectro que podemos colocar o debate que se faz hoje no Brasil, na Venezuela, no Equador e na Bolívia sobre o binômio “liberdade de expressão X censura”. Para discutir esse tema é preciso antes de mais nada observar de onde partem os gritos de “censura, censura”, porque na sociedade capitalista toda e qualquer questão precisa ser analisada sob o aspecto de classe.  A tal da “democracia”, tão bendita por toda a gente, precisa ela mesma de um adjetivo, como bem já ensinou Lênin. “Democracia para quem? Para que classe?”.

Cuba: Mudanças e mais democracia

Por Angel Guerra Cabrera
O processo nacional de debate convocado em Cuba para o período entre 01 de dezembro de 2010 e 28 de fevereiro de 2011 é verdadeiramente o início do VI Congresso do Partido Comunista de Cuba (PCC), continuidade de um parlamento operário, camponês, estudantil e popular a que a Revolução tem acudido muitas vezes desde sua chegada ao poder. O documento apresentado à discussão pública é o “Projeto de Diretrizes da política econômica e social”(www.cubadebate.cu), elaborado pela Comissão de Política Econômica do Congresso, do qual constituirá o tema principal e o propósito ao debatê-lo com a sociedade civil organizada é assegurar que de suas propostas saia o documento definitivo que haverá de submeter-se à consideração do máximo órgão de direção do PCC, a celebrar-se em abril de 2011. O projeto foi posto faz dias a disposição da população quando o partido celebrou um seminário nacional para preparar os quadros e especialistas desse nível que terão a responsabilidade de organizar o debate nas províncias.

Complexo do Alemão: A manipulação da “vitoriosa guerra contra o tráfico”

Foto: Portal R7



(Nota Política do PCB)

Nada de novo no “front” do Rio de Janeiro.

Estimulada por uma mídia burguesa, aliada ao governo do Estado do Rio de Janeiro e a sua política de Segurança Pública, a população brasileira tem a falsa impressão de que a região metropolitana do Rio de Janeiro está prestes a viver novos dias, com uma melhora qualitativa da sensação de segurança.

Foi a busca por tal sensação de segurança que levou a grande maioria dos trabalhadores, além da totalidade dos setores médios e da elite, a parar frente à TV nos últimos dias para assistir a um espetáculo midiático, comparável à invasão do Iraque pelo imperialismo norte-americano. Era como um filme de mocinhos e bandidos, em que a grande maioria torcia avidamente para que as polícias militar e civil e ainda as Forças Armadas, simplesmente eliminassem a vida de varejistas do tráfico de drogas – mesmo que, a custo disso, morressem inocentes, e bairros populares fossem transformados em verdadeiras praças de guerra.

Lançamento do Livro: Nuvens Vermelhas


Roberto Numeriano, Jornalista, Doutor em Ciências Políticas na UFPE, que disputou nas últimas eleições a vaga de governo do Estado de Pernambuco, lança nesta quarta-feira, 08 de dezembro de 2010, as 19:00,na Livraria Cultura ( Paço Alfândega) o seu livro “NUVENS VERMELHAS”.

    Neste romance de época, Numeriano aborda com a sua análise político crítico, além do alto teor literário à vida de um dos ilustres revolucionários que já residiram e lutará em terras pernambucanas, o Frei Joaquim do Amor Divino Rabelo, conhecido popularmente como Frei Caneca, que teve participação na revolução pernambucana (1817) e na Confederação do Equador, além de ter atuado como jornalista no a muito estitnto Thyphis Pernambucano.

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

Polícia de Pernambuco é condenada por outdoors contra MST

Uma decisão do Ministério Público de Pernambuco obriga a Associação dos Oficiais, Subtenentes e Sargentos da Polícia Militar/Corpo de Bombeiros Militar de Pernambuco (AOSS) e a empresa de outdoors Stampa, a veicular 21 outdoors com mensagens de promoção e defesa dos direitos humanos e da Reforma Agrária.

Arte será definida pelo MST e aprovada pelo Ministério Público.

O POETA

Travestido de mendigo
pelo mundo afora
roupas sujas barbas longas
no cair da aurora
caminhando a passos lentos
este ser banido
tateando pelos muros
sem qualquer sentido

Carregando o soldos dias
em suas costelas
com os olhos decaídos
coberto em remelas
dorme em qualquer esquina
ou porta de igreja
aguardando um novo dia
pra outra peleja

Sente moscas e cachorros
beijar sua boca
se confunde ao chão que dorme
a cor da sua roupa
cheira mau e seu mal cheiro
ocupa a avenida
no seu corpo sempre há vaga
para outra ferida

No rudimentar instinto
segue bravejante
mas não há quem lhe escute
por um só instante

Eeste ser que "quase vivi"
sem estrada certa
é mais um "degenerado"
é mais um POETA!

Autor: BENONI NOVELHO*
Escrito em: 25/11/10 

*Benoni é direção estadual da UJC e do PCB

quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

CUBA E OS NOVOS RUMOS DA REVOLUÇÃO SOCIALISTA

(Nota Política do Comitê Central do PCB)

O conjunto de medidas anunciadas pelo governo socialista de Cuba provocou inúmeras reações mundo afora. Como era esperado, a grande mídia burguesa alardeia o fim do socialismo na Ilha, enquanto, no seio da esquerda, os debates estão abertos. Há quem veja no episódio o caminho chinês de abertura para o capital e de retomada da propriedade privada, mas há os que confiam na defesa feita pelo governo cubano de que as mudanças são necessárias e impostergáveis, visando tornar mais eficiente e produtiva a economia e fazer avançar o processo socialista, consolidando as conquistas alcançadas após 51 anos de revolução.

terça-feira, 30 de novembro de 2010

Repúdio ao revide violento das forças de segurança pública no Rio de Janeiro, e às violações aos direitos humanos que vêm sendo cometidas




Marcelo Freixo: Não Haverá vencendores

Marcelo Freixo(*)

Dezenas de jovens pobres, negros, armados de fuzis, marcham em fuga, pelo meio do mato. Não se trata de uma marcha revolucionária, como a cena poderia sugerir em outro tempo e lugar.

Eles estão com armas nas mãos e as cabeças vazias. Não defendem ideologia. Não disputam o Estado. Não há sequer expectativa de vida. Só conhecem a barbárie. A maioria não concluiu o ensino fundamental e sabe que vai morrer ou ser presa. As imagens aéreas na TV, em tempo real, são terríveis: exibem pessoas que tanto podem matar como se tornar cadáveres a qualquer hora. A cena ocorre após a chegada das forças policiais do Estado à Vila Cruzeiro e ao Complexo do Alemão, zona norte do Rio de Janeiro.

A Guerra do Rio – A farsa e a geopolítica do crime

Crédito: r7
José Claudio S. Alves, sociólogo da UFRRJ

Nós que sabemos que o “inimigo é outro”, não podemos acreditar na farsa que a mídia e a estrutura de poder dominante no Rio querem nos empurrar.

Memória comunista: 20 anos da morte de Caio Prado Jr.

Foto Arquivo Folha Imagem, crédito Scielo
Milton Pinheiro*

No último dia 23 de novembro fez 20 anos da morte daquele que é considerado o nosso maior historiador, Caio Prado Jr. Esse pensador e homem de ação marcou o debate intelectual e político brasileiro, ao tempo em que agia sobre a realidade social, como militante do Partido Comunista Brasileiro, onde ingressou em 1931, permanecendo em seus quadros, até sua morte em 1990. Foram 59 anos de uma militância constante.

Caio Prado Jr. nasceu no dia 11 de fevereiro de 1907, na cidade de São Paulo e sua vida pode ser sintetizada por uma frase que ele citara no seu discurso como deputado estadual do PCB, na primeira sessão da primeira legislatura de 1947, da Assembléia Legislativa de São Paulo: “É por ação que os homens se definem”. Portanto, para conhecimento da história do Brasil, da luta pelo socialismo e da memória do PCB, é importante registrar a vida do camarada Caio Prado Jr., sem dúvida, o nosso maior intelectual.

REVOLUCIONÁRIOS ÁRABES DECIDEM LEVANTAR A CABEÇA




Beirute, 14 nov. 2010, Tribuna Popular TP/ por J.A.Pina/ khaled Desouki/AFP.

Uma iniciativa que passou despercebida aos meios de comunicação ocidentais, mas que pretende ter um importante caráter político: pela primeira vez em décadas, a esquerda do Magrebe e do Macherk tenta levantar a cabeça, abrir uma nova perspectiva em uma região dividida entre o islã político e governos partícipes da estratégia norte-americana e europeia, frequentemente corruptos, e habitualmente que praticam o nepotismo.

Como coloca Khaled Haddadeh, secretário-geral do PCL: “dois projetos se enfrentam, um pró-americano que é o programa árabe chamado de Charm o Cheikh, apoiado pela Arábia Saudita, Egito, Jordânia e a Autoridade Nacional Palestina, de Mahmoud Abbas. Do outro lado se encontra uma resistência de natureza essencialmente islâmica como no Iraque, na Palestina ou no Líbano. Esta resistência carece de capacidade de interferir no projeto norte-americano como acontece no Iraque ou no Afeganistão”.

Greve Geral de 24 de Novembro Histórica jornada dos Trabalhadores Portugueses




Os Editores de ODiário.info
A Greve Geral de 24 de Novembro de 2010 paralisou o país.

Mais de três milhões de trabalhadores participaram directamente nesta jornada. Pararam grandes empresas industriais. Pararam importantes empresas de serviços, com particular destaque para os 400 balcões encerrados da CGD. Pararam os transportes rodoviários, ferroviários, marítimos, aéreos. De mais de 500 voos previstos, não se realizou um único. Encerraram os portos marítimos e grande parte dos portos de pesca. Pararam tribunais, hospitais, escolas e faculdades, serviços municipais, centros de saúde, postos de correio. Em todo o lado onde há trabalhadores houve adesão a este extraordinário dia de luta.

Greve Geral dos Trabalhadores Portugueses – 24 de Novembro de 2010

Declaração de Jerónimo de Sousa
Secretário Geral do Partido Comunista Português

Hoje por todo o país os trabalhadores fizeram ouvir a sua voz.

A Greve Geral de 24 de Novembro convocada pela CGTP-IN, uma das mais importantes jornadas de luta realizadas em Portugal depois do 25 de Abril, constituiu uma poderosa resposta à brutal ofensiva do Governo PS e do PSD, e de todos aqueles, como é o caso do Presidente da República, que têm patrocinado o rumo de desastre nacional imposto ao país.

Uma grande Greve Geral que ficará inscrita na história da luta dos trabalhadores e do povo português que teve o envolvimento de mais de 3 milhões de trabalhadores. Uma vitória sobre a resignação e o conformismo. Uma jornada que pela sua dimensão reafirmou o valor maior da luta.

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Cresce o número de acidentes de trabalho em Pernambuco: por quê será?

Cresce o número de acidentes de trabalho em Pernambuco: por quê será?

Alcides Campelo A. Junior*

Dia 24 de Novembro de 2010, 47ª semana do ano. Século XXI. Estado de Pernambuco, Brasil. Um dia a mais em nossas rotinas. Ao assistir a segunda edição do telejornal da Tv Globo local: NETV, me deparei com uma reportagem que logo na chamada inicial do telejornal me chamou atenção, trata-se de matéria referente ao crescimento de acidentes de trabalho em Pernambuco, “Só em 2010 foram registrados 51 mortes; número de acidentes de trabalho cresceu 27% no ano passado, em relação a 2008. Algo, no mínimo, assustador que, talvez, tenha passado quase como indiferente aos inúmeros tele espectadores do NETV. 

O dia da lei e o dia da consciência

Rodrigo Oliveira Fonseca*

Há um embate instaurado em todo o país, em cada escola, em cada Câmara Municipal, entre o 13 de Maio e o 20 de Novembro. Não entre as datas, certamente, mas entre duas formas de marcar a presença histórica dos negros na formação social brasileira. E como todo embate verdadeiramente importante, ele não necessariamente é verbalizado, movimentando-se subterraneamente, como a toupeira cega que de repente irrompe na superfície e a transforma.
Lutando para ocupar o lugar da magnanimidade da pena da princesa “que assinou a lei divina”, temos os exemplos de luta de Zumbi no século XVII, de João Cândido no início do XX, e outros tantos gestos e vidas de anônimos ou semi-anônimos que pisaram firme sobre o solo de suas próprias con(tra)dições e fizeram a história andar.

44 milhões nos EUA vivem na pobreza




Por Patrick Martin

21 Setembro 2010

A quantidade de habitantes nos Estados Unidos que vivem na pobreza aumentou 43,6 milhões em 2009, segundo um informe emitido pela Oficina do Censo na quinta-feira passada. Esta é a maior cifra desde que a agência começou a publicar semelhantes cálculos há 50 anos. A cifra em si representa um aumento de 3.8 milhões pessoas comparado com o de 2008.

Em 2009, um em cada sete estadunidenses era pobre, segundo o governo define a pobreza. A taxa oficial da pobreza é 14,3%, a mais alta desde 1994. A taxa de pobreza, que havia sido 13,2% em 2008, aumentou mais 1%. Em 2009 apresentou 8,8 milhões de pessoas vivendo na pobreza, inclusive uma criança a cada cinco. Isso representa a mesma taxa de pobreza infantil que existia há 50 anos, quando o presidente Lyndon B. Johnson anunciou seu programa “A Guerra contra a pobreza”.

O PARTIDO COMUNISTA DO URUGUAI COMPLETA NOVENTA ANOS DE FIRME LUTA

O Partido Comunista do Uruguai celebrou no di 21 de setembro noventa anos.

Editorial da revista "Estudios", n º 125, Revista do PCU_Uruguay

Noventa anos são poucos se forem medidos em termos da história da humanidade. Embora seja um número significativo se considerarmos acontecimentos relativamente recentes que constituem os imediatos antecedentes sobre a história particular de nossa nação, assim como do continente e para além dele. No entanto, esse número pode ser uma figura gigantesca considerando-se as experiências e vivências conscientes e esforçadas que deram e dão sentido e perspectiva para a classe trabalhadora e os povos do planeta desde meados do século XIX até a atual primeira década do século XXI.

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Entrevista com Tom Morello do Rage Against the Machine

Após passagem pela América do Sul, o guitarrista do RATM, Tom Morello, fala sobre política e música ao Brasil de Fato

19/11/2010


Ana Maria Straube, Rodrigo Salgado
e Vinicius Mansur (de São Paulo)


Nascida em 1991 na Califórnia, EUA, a banda Rage Against The Machine (RATM) se consolidou no cenário mundial da música com uma rara mescla de rap, variantes do rock and roll pesado e crítica política furiosa e constante.

Na trajetória da banda, pedradas ao capitalismo, ao belicismo estadunidense, ao racismo, ao etnocídio dos nativos da América, à violência machista. Homenagens aos zapatistas, à Liga Anti-Fascista da Europa, à organização Women Alive, aos presos políticos Leonard Peltier e Múmia Abu-Jamal.

Para todos estes, a banda realizou shows, revertendo todo o dinheiro para a defesa das causas. O RATM também tocou em protestos contra o Nafta (Tratado Norte-Americano de Livre Comércio) e a Alca (Área de Livre Comércio das Américas), fez dois shows contra à guerra (2000 e 2008) às portas da Convenção Nacional do Partido Democrata, provocou o fechamento da Bolsa de Valores de Nova York por algumas horas ao tentarem gravar um clipe, dirigido por Michael Moore, em frente à instituição, e, também, foi censurado pela emissora NBC por exibirem a bandeira dos EUA de cabeça para baixo em uma apresentação.

Depois dos atentados de 11 de setembro de 2001, a emissora Clear Channel criou a lista de “músicas com letras questionáveis”, na qual o RATM foi a única banda a ter todas as suas músicas incluídas.

De 2000 a 2007, a banda esteve separada, mas, em outubro deste ano, aterrissou e “aterrorizou” pela primeira vez em solo sul-americano, passando por Brasil, Argentina e Chile, homenageando o MST, as Mães da Praça de Maio, Víctor Jara e Salvador Allende. Passada a turnê, o guitarrista do RATM, Tom Morello, concedeu uma entrevista exclusiva ao Brasil de Fato.

Fidel: A OTAN, gendarme mundial

Fidel Castro*

Muitas pessoas sentem náuseas ao ouvir o nome dessa organização.

Na sexta-feira, 19 de novembro de 2010, em Lisboa, Portugal, os 28 membros dessa belicosa instituição, engendrada pelos Estados Unidos, decidiram criar o que com cinismo qualificam de "a nova OTAN".

Ela surgiu depois da Segunda Guerra Mundial como instrumento da Guerra Fria desencadeada pelo imperialismo contra a União Soviética - país que pagou com dezenas de milhões de vidas e uma colossal destruição a vitória sobre o nazismo.

terça-feira, 23 de novembro de 2010

29 de novembro: Dia Internacional de Solidariedade ao Povo Palestino

COMITÊ DE SOLIDARIEDADE AO POVO PALESTINO


Resolução nº 32/40 da ONU "Em 1977, a Assembléia Geral do ONU determinou que fosse celebrado, todos os anos, a 29 de novembro, o Dia Internacional de Solidariedade para com o Povo Palestino Resolução nº 32/40 da ONU Com efeito, foi nesse dia que, no ano de 1947, que a Assembléia Geral aprovou a resolução sobre a divisão da Palestina [resolução 181 (II)].

Queremos convidar a todos os partidos, sindicatos, movimentos sociais e populares, além dos companheiros e companheiras para prestar um dia de solidariedade ao perseguido povo palestino que há 63 anos resiste heroicamente ante todas as arbitrariedades (bombas, humilhações, perseguições políticas, torturas legalizadas...) cometidas pelo Estado terrorista de Israel.

29 de novembro é dia de Manifestação de Solidariedade Internacional com o Povo Palestino, realizadas simultaneamente em várias capitais do mundo. Nesta data o território histórico da Palestina foi arbitrariamente dividido, favorecendo a criação do Estado de Israel.

PORTUGAL: GREVE GERAL!


Fonte: http://www.pcp.pt

O enigma do lucro

Autor: Paiva Neves (*)


O trabalhador, ao contrário do patrão, por mais que trabalhe, não consegue acumular bens, além do estritamente necessário para a sobrevivência de si e de sua família. O capitalista, ao contrário, através dos balancetes mensais de suas empresas constata o aumento de suas riquezas. A máquina ideológica do capital passa para os trabalhadores a idéia de que na sociedade capitalista todos são iguais em termos de oportunidades. O patrão é rico e o trabalhador é pobre, unicamente, porque um é ou foi mais esperto do que o outro. O patrão soube aproveitar todas as oportunidades que a vida lhe ofereceu, teve garra, foi audaz, enquanto que o trabalhador, descansado e sem iniciativa, não teve a audácia necessária para vencer na vida. Será isso verdade? De onde vem a riqueza do patrão, como é que ela se multiplica e por que o trabalhador, literalmente, se mata de trabalhar e está sempre com a corda no pescoço? Qual o mistério por trás do acúmulo de riquezas do patrão e a situação de miséria da classe trabalhadora?

O povo do Haiti começou a reagir contra a ingerência estrangeira

LEANDRO ALBANI

O Haiti sofre a invasão militar estrangeira enquanto as mortes pela coléra aumentam junto às pessoas hospitalizadas.

Resumo Latino-americano/ AVN – O povo do Haiti começou a reagir por conta da situação crítica em que vive. Esta situação não está relacionada apenas ao terremoto ocorrido no início do ano e nem ao atual surto de cólera, que matou mais de mil pessoas. Também porque já não tolera a ingerência dos Estados Unidos.

É o que conta a entrevista concedida à Agência Venezuelana de Notícias (AVN) por Emmacula Nervil, integrante do Movimento Unidos Socialista Haitiano (Mush).

O veneno da mensagem em Tropa de Elite 1 e 2

MOVIMENTO DAS FÁBRICAS OCUPADAS

A primeira vista Tropa de Elite 2 não nos diz nenhuma novidade. Nem sobre a realidade social, nem sobre os próprios produtores do filme. Se o Tropa 1 causou empolgação na direita e enjôos na esquerda, este agora parece (mas só parece) o arroz com feijão dos filmes de denúncia da corrupção. Para entender, primeiro é bom lembrar quem é, e de onde vem, o diretor (e produtor) José Padilha. Filho da alta burguesia carioca e morador da Zona Sul do Rio ele se encaminhava para ser um administrador de empresas quando decidiu sair do tédio e brincar um pouco de cineasta, ou melhor, de ganhar muito dinheiro como empresário do entretenimento comercial. Afinal ele é dono da produtora de filmes que está enchendo os bolsos. Por isso tanta preocupação em evitar a “pirataria”. Mas não somente isto, ele também cumpre outro papel.

sábado, 20 de novembro de 2010

Governo Lula deu prioridade a regularização fundiária no Norte

18 de novembro de 2010

Por Vanessa Ramos
Da Página do MST

A eleição do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em 2002, gerou uma enorme expectativa nas organizações e movimentos sociais rurais para a realização da Reforma Agrária. Esperava-se, principalmente, grandes avanços na criação de assentamentos para as famílias Sem Terra.

Em 2003, havia 230 mil famílias acampadas, das quais 150 mil famílias eram organizadas pelo MST. No entanto, o que se viu de lá pra cá indica que o quadro não foi positivo e as dificuldades das famílias embaixo da lona preta se tornam cada dia mais problemáticas.

Segundo Ariovaldo Umbelino, professor titular de Geografia Agrária da Universidade de São Paulo (USP), cerca de 220 mil famílias foram assentadas de fato durante o governo Lula. Apesar disso, o governo divulga que mais de 500 mil famílias foram assentadas. 

De acordo com ele, esses dados não correspondiam à realidade, porque se soma áreas de regularização fundiária, áreas de reconhecimento de assentamentos antigos e o reassentamento de atingidos por barragens como assentamentos novos. Tanto é que o MST ainda tem 90 mil famílias acampadas em todas as regiões.

Para romenos, o socialismo era melhor que o capitalismo realmente existente

James Cross -- Qua, 03 de novembro de 2010

Realizada entre agosto e setembro do presente ano pelo instituto romeno de sondagens de opinião CSOP, a pesquisa mostrava que mais de 49% coincidia em que a vida era melhor sob o governo do falecido líder comunista Nicolae Ceausescu, enquanto que só 23% pensava que a vida hoje é melhor. O resto dava uma resposta neutra ou não sabe/não tem opinião.

As razões oferecidas para a avaliação positiva do período comunista eram principalmente econômicas; 62% mencionaram a disponibilidade de postos de trabalho, 26% as condições de vida dignas e 19% a moradia universalmente garantida.

A pesquisa foi patrocinada pela organização IICMER (Instituto para a Investigação dos Crimes do Comunismo e da Memória do Exílio Romeno), financiada publicamente com o fim de contribuir à labor de "educar" a população sobre os males do comunismo. Entre as decepções mais amargas que os resultados da pesquisa proporcionaram a esta organização se contam respostas à pergunta sobre se os entrevistados ou suas famílias haviam sofrido sob o sistema comunista.

Escola construída por Sem Terra completa 20 anos no RS

18 de novembro de 2010


Por Bianca Costa
Da Página do MST

A Escola Estadual de Ensino Médio Nova Sociedade, localizada na cidade de Nova Santa Rita, na região metropolitana de Porto Alegre, completa neste mês 20 anos de existência.

O aniversário foi comemorado no último dia 13 de novembro, com uma grande festa na escola, que envolveu educandos, educadores, pais e ex-estudantes, que fizeram depoimentos sobre a importância da educação do campo.

Maconha é motivo de orgulho nas montanhas do Colorado

Maconha é motivo de orgulho nas montanhas do Colorado

Em Nederland, usos medicinal e recreativo da substância se misturam.
Para defensores, 'padrão' vem do melhor conhecimento da marijuana.

Kirk Johnson Do New York Times, em Nederland, Colorado
Avitista em comício pró-maconha em Denver, no Colorado, em 6 de novembro.Avitista em comício pró-maconha em Denver, no
Colorado, em 6 de novembro. (Foto: The New
York Times)
Milhões de americanos expressaram sua opinião sobre maconha nas recentes eleições de meio de mandato. No Colorado, 24 comunidades votaram para banir ou restringir lojas que vendem maconha legalmente, para uso médico. Na Califórnia, os eleitores se dividiram na questão da legalização da erva para uso recreativo – envolvendo itens como saúde, criminalidade e impostos – e votaram contra.

AVANÇA A FORMAÇÃO DE UMA POTENTE FRENTE ANTIIMPERIALISTA

Caracas, 17 de novembro de 2010 - Tribuna Popular TP
Com o objetivo de consolidar um mapa estratégico para o desenvolvimento dos povos, os ministros do Exterior da Venezuela, Bielorússia e Síria, tiveram um encontro trilateral em Damasco, no domingo 7 de novembro de 2010 , disse a Chancelaria venezuelana.

Como resultado do encontro, se divulgou uma declaração conjunta em que se reafirma a vontade das três nações em cooperar e desenvolver projetos conjuntos.

Ao mesmo tempo, a administração dos EUA está mostrando a sua preocupação com os contatos da Venezuela com a empresa russa Rusatom, dado o interesse do Presidente Chávez por iniciar projetos de construção uma planta nuclear para produção de energia elétrica.

O governo de Obama também indicou que a proposta de colaboração entre Irã e Venezuela para a exploração conjunta dos campos de gás no país persa, violaria as sanções contra o Irã.
Deve consolidar-se e avançar na colaboração mútua dos países antiimperialistas para neutralizar ameaças, coação, sanções, bloqueios e invasões ilegais dos EUA e da OTAN.

A audaz e valente ação do Comandante Chavez está começando a obter seus frutos na esfera internacional, contra os planos hegemônicos dos maiores inimigos da paz e do desenvolvimento mundial, consagrados no eixo EUA-Israel-OTAN.

Em outras áreas da política internacional, os partidos comunistas e operários do mundo estão se movendo rapidamente na integração e ação conjunta contra o imperialismo mundial, principalmente o norte-americano.

É assim que temos desenvolvido, nos últimos anos, uma série de encontros e seminários em cujos documentos se busca avançar para uma maior coordenação e ação conjunta entre os partidos comunistas e operários, a esquerda e os movimentos sociais a fim de prosseguir na constituição da frente antiimperialista.

O Partido Comunista da Venezuela (PCV), vem desenvolvendo uma política semelhante, tanto em âmbito nacional quanto internacional, para estabelecer a Frente AntiImperialista Mundial (FAM) que permita enfrentar com êxito os grandes desafios do momento histórico.

A ALBA já é uma realidade do enfrentamento concreto, econômica e politicamente contra o imperialismo, porém ela deve ser refletida de forma mais clara em um instrumento orgânico de caráter popular e profundamente antiimperislista.

Fonte: A Conquista da Tribuna Popular Socialista Civilização